Wednesday, June 13, 2007

são nove horas
e agora sim eu nasci
na boca tristeza de menino velho
arrancado modernamente do chão
fundador de futuros interrompidos

são nove horas
e agora sim eu nasci
e o vazio de tantas presenças
ameaça rolar do meu rosto
política de afetos

são nove horas
e agora sim eu nasci
você está aqui
onde está você?

são nove horas
e agora sim eu nasci

3 comments:

anne said...

Se nascemos tantas vezes, é porque morremos tantas outras. O nascer trás esperança e que ela vença. bjus. Gosto de estar. Está-se aqui tão bem. Bjus

anne said...

Voltei para ler o teu nascimento, é sempre bom nascer, renascer e viver.
bjus

Bob said...

É o poema da nossa geração,meu caro...meninos velhos e futuros interrompidos...quem sabe não viramos idosos meninos(é o meu projeto-rssss)
Abração