Friday, April 13, 2007

FIM DE LINHA

Não leio mais as previsões pro teu signo
No horóscopo do jornal

Nem espero em vão por um comentário teu
Nos poemas do meu blog

Não entupo mais teu celular
Com mensagens desesperadas

Nem te imponho presentes,
Canções ou filmes pirateados

Não te indico mais livros
Nem te empresto os meus

Claramente, se ainda estás viva
Então quem morreu fui eu

4 comments:

Bob said...

Espero que essa mensagem chegue até o Além,onde estás,caro amigo...
Não seja tão pessimista-rssss
Abração

anne said...

Olá, adoro essas fragilidades, num segundo pergunto-me se a autoconsciência corresponde a um caminho de sofrimento e de dor. Olha Ricardo, sem querer cheguei cá, fui aos meus arquivos e cliquei no teu blog, sem saber que estavas na net. Fiquei ausente muitos meses da net, precisava estudar e me organizar. A saudade foi grande e a vontade de estar no meio blogueiro trouxe-me de volta. Deixo um abraço e fica muito bem com tuas letras bem tratadas que se soltam e encantam a vida. http://www.anne_voce.blogger.com.br

Josiane said...

Nossa! Adorei esse texto, achei muito inteligente, forte e tocante.

Parabéns!

Cristina said...

Adorei!
Forte, objetivo, claro... e tão apaixonado.