Monday, October 01, 2007

Em Setembro, no Velho Continente

Em setembro, no velho continente
As folhas se vão
No último dia de setembro
No velho continente
O dourado do chão
Esconde perdas irreversíveis
Que os outubros que virão
Não podem curar
Pois estamos no velho continente
E tudo só tende a se perder
Em setembro, no velho continente
No último dia de setembro
No velho continente
Algo de precioso se foi pra sempre de mim

3 comments:

Cacau said...

Oi. Prazer. Vc tá no Velho Continente? Que país? Apropriei-me de um comentário seu no Paracetamol, pois identifiquei-me muito com ele. Comentando no próprio post (o último) do meu blog, colei parte se seu comentário, mas citei você e seu blog.

Desculpe-me pelo furto, mas quando a gente vê algo que é a nossa cara, dá vontade de "catar".

Inté.

Cacau said...

Oi. Até quando fica na Inglaterra? Pq tô querendo em julho próximo dar um pelo aí e na França. Na França pra visitar uma prima que está estudando lá, e na Inglaterra pra treinar meu inglês...

Bj.

Cristina said...

Todos dias são como o último dia de setembro no velho continente, em qualquer lugar do planeta. Se muita se vai, muita coisa nos chega, no mesmo instante. Assim é a vida!
Beijos