Saturday, June 11, 2005

POR UM DESESPERO AGRADÁVEL

Eu sou um ladrão de idéias
Como todo bom poeta
Feitor das palavras
Sádico como um chicote
Mudo como uma porta
Impublicável

Eu sou um louco
À procura da vida e do amor
À tua procura
À minha procura

Eu vivo
Eu sinto medo e quero a coragem
A coragem de um herói trágico
A coragem de ser humano

Eu vivo e sobrevivo
Um Napoleão absolutamente anônimo

14 comments:

Maria Borges said...

Justo hoje que estou morrendo de medo e querendo tanto a coragem de amar você escreve esse poema lindo? Acho que vou ser humana e me jogar de vez nas minhas loucuras... Às vezes ver um homem perdido faz uma mulher se encontrar... Cada sábado melhor que o anterior! Beijão!

sandra said...

Desespero agradável é saber que ainda há uma semana até o próximo poema... E se vc rouba idéias, eu furto-lhe a emoção dos versos!!.. meu beijo!!

leila said...

Lá fora aguarda tanta coisa e tanto também é medo em nós... de sair, de um passo, da noite...
Meu beijo.

Anonymous said...

Que bom poder te enxergar novamente através da tua alma de poeta, alma essa que conheci tempos atrás e que conquistou a minha amizade e admiração.
Lendo-te percebi emocionada que continuas o mesmo daquela época.
Apesar de tudo... e de todos.
Beijos e Feliz Aniversário.

mariza said...

belo, belo poema, Ricardo.
com certo atraso,já que ontem durante o dia não conectei, quero desejar a você, muitas alegrias, amor, saúde, sucesso e poesia.
parabéns!
beijos.
mariza

Luciane Pelagio said...

A sobrevivência neste espaço que nos cala a emoção, torna-se menos árdua, lendo versos apaixonadamente deseperados e
melódicos como os teus. Lindo poema! Parabéns, poeta.
bjks.

Márcia said...

Vim de Mariza, porque vi que seu aniversário foi ontem, igual ao meu.
E que bela surpresa. Gostei muitíssimo do poema, sobretudo da primeira estrofe e desse verso final, que é um verdadeiro achado.
Voltarei. ;)
Um beijo do Recife,

Márcia

Ah, escrevo aqui:

http://www.tabuademares.blogger.com.br

http://www.mudancadeventos.blogger.com.br

Nilza said...

Não conhecia seu blog. Que bom estar aqui e ler palavras tão bem colocadas, continue roubando, tá? Eu volto pra verificar...rs
Beijos e foi um prazer poder comentar aqui.

Anonymous said...

Oi, um abraço apertadinho de saudades e pelo teu niver tb. Tudo de muito bom para ti, ok? Ah, mais que lindo este teu poema. Encantas... encantas, e eu vou-me, mas levo comigo os teus sonhos. Eles são belos! beijo meu e doce.
Anne.

Anonymous said...

Oie lindo...
Como sempre arrebentando nos posts..rsss

bjao

Be

http://anjinha.betiza.zip.net

Elida Kronig said...

Atrasado mas acho que ainda dá tempo:
Parabééééénnnnssss...
Muita luz no teu caminho.
Beijinhos

lady_bug_falling_star said...

Todo poeta é um ser insano,em uma busca infindável pelo desconhecido.
Um beijo.

Liza Leal said...

Doce insanidade, meu caro! =)
Gostei!

vera lucia said...

tambem cometo alguns peomas modestamente