Saturday, October 23, 2004

21st Century

Writing poetry in the 21st century
Is like smashing your face against a wall
Living right in the 21st century
Is just like not living at all

Thirty years ago everything was possible
And the future was but a promise
The future is here, the time is now
And now there’s nothing you can do about it

Everybody is laughing
’Cause it’s a brave new world
But nobody is having fun
’Cause it’s a grave this world

8 comments:

Neysi said...

Gostei!
Copiei lá pro Sem Sentido, com uma foto de ontem.
Vai lá ver depois
Beijo

Neysi said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Neysi said...

Maravilhoso!Uma belíssima metáfora psico-existencial do vazio e da desesperança profunda do ser humano pós-moderno...na ressaca das utopias coletivistas...com uma oportuna alusão a Aldous Huxley...nada que um(ns)bom(ns)chope(s)não melhorem!rssss
"Porque cantar
Parece com não morrer
É igual a não se esquecer
Que a vida é quem tem razão"...(Ednardo)
Um abração,amigo...está escrevendo cada vez mais e melhor!
Bob.

Luna Romanov said...

Bom, brigada por ter ido lá no meu blog!
Seu comentário foi d+.... Até numa coisa simples dessa vc consegue fazer poesia...
Meus parabéns mais uma vez....

Anonymous said...

Olá, Ricardo

Obrigada por visitar o "imprecisões", obrigada pelos comentários...

Não sou boa com palavras, sabe? Tento deixar lá algumas frases soltas... pensamentos/sentimentos... mas nem sempre consigo.

Mais uma vez obrigada por ter aparecido lá no meu canto...

Beijo,
Margarida

Anonymous said...

OK, Ricardo, obrigada pela visita. Gostei de conhecer você e o Poesia Residual. Um grande abraço. Adelaide Amorim

Anonymous said...

Ficou muito legal este poema! Gostei muito! Parabéns!
Bjs,
Ana Paula.

Bianca said...

Is it a bless or a curse this world?

Fabulous!!

Continuo 'cavucando' seus poemas e me surpeendendo mais e mais com você. Agora faço parte dessa legião de fãs!