Saturday, January 15, 2005

Poema Incerto

Certos poemas
São polígonos
Outros
Linhas poligonais
Abertas
Certos poemas...

Em certos poemas
Encerro o óbvio enigma

Incertos poemas
Tão óbvios
Quanto a alma
Do poeta
Tão enigmáticos
Quanto
Seus segredos...

O resto é prosa

3 comments:

Neysi said...

Salve a enigmática geometria dos poemas!
Beijo

Leila said...

De enigmas e luzes para a alma sobrevive um poema.

m* said...

gosto dos seus poemas enigmáticos, poeta...
um beijo,
margarida